• Loris Reggiani

Qual é o Futuro dos Games?



A Eletronic Arts aposta em uma coisa: recursos sociais.


A EA é uma gigante do mundo dos games, com inúmeros títulos de sucesso: FIFA, Battlefield, The Sims, Apex Legends, Madden NFL e muitos outros.


É importante observar grandes players do entretenimento pois eles tomam decisões baseadas em muita pesquisa e testes sobre o que performa melhor com o público, tanto em termos de envolvimento como de rentabilidade.


São duas vertentes distintas, mas que devem fazer parte do seu negócio.


O covid-19 é um acelerador de futuros e uma das grandes tendências do futuro é jogar junto… não apenas com outras pessoas, mas com outras atividades.


A EA tem uma estratégia: permitir que usuários conversem e compartilhem conteúdo e experiência sem sair do jogo. E para isso pretende integrar novos recursos eu seus games.


"Acho que precisamos apoiar o engajamento social por vídeo em uma única experiência versus pessoas tendo vários aplicativos. Há uma grande oportunidade lá." (Laura Miele, chief executive officer da Electronic Arts)

Sair do jogo não é bom, pois é basicamente a interrupção do uso do produto ou serviço. E, se você é uma empresa, isso é importante para você também. Crie e incorpore ferramentas para manter os clientes ligados, ao máximo, ao uso do que você entrega.


Nos últimos anos a EA foi questionada em relação ao seu sistema de venda de cartas de jogadores no modo Ultimate Team, da série de games FIFA. É um modo onde você monta o seu time (cada jogador é uma carta) e compete online. Nesse modo há a opção de comprar cartas de jogadores, porém elas vêm sortidas (como em um álbum de figurinhas). Ela foi muito questionada por esse sistema ser semelhante ao de loteria.


Mas isso continua e não vai sumir tão cedo.


Envolvimento X Rentabilidade


Um negócio sobrevive dessas duas coisas. São indissociáveis? Acredito que sim.


A pergunta que fica é: o que priorizar e em qual momento?


Baseado no Artigo da AdAge

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo