• Loris Reggiani

Dá para ser "negativo em carbono"?

Notícia boa para todos nós (principalmente para os amantes de cerveja e do meio ambiente).


Recentemente falamos sobre as principais tendências globais pós-pandemia, levantadas pela Ernst & Young... e a Descarbonização estava entre elas.


Mas o "carbono negativo" não estava. E a inovação é bem isso. É inventar novos termos e criar aspas em textos.



Ei, como assim negativa em carbono?


A cervejaria escocesa já é neutra em carbono e até 2022 vai plantar mais de 1 milhão de árvores.


Segundo o fundador James Watt, isso significa que ela retira 2x mais carbono do ar do que emite... tornando assim ele "negativo".


A BrewDog está apoiando a ideia com a campanha provocativa "F*** you CO2", onde tampa parte da primeira palavra com uma lata da sua Punk IPA.


Sustentabilidade, megatendências, visão social e coragem. Recentemente também falamos sobre a importância de uma gestão orientada ao valor.


Esse é um ótimo exemplo de tudo isso.


Parece caro comprar uma grande área e plantar 1 milhão de árvores?


Talvez seja muito mais caro não plantar. Branding é difícil de medir, mas ele aparece fácil em momentos de valuation (processo de estimar o valor real de um negócio). Ryan Reynolds que o diga.


BrewDog é conhecida por ser uma cerveja amarga, mas o sabor que ela entrega para o mundo está sendo bem doce.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo